Esporte

17/01/2017 23:03

Justiça manda soltar torcedores do Corinthians presos em Bangu, Rio

stiça do Rio decidiu soltar 27 torcedores do Corinthians presos no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, desde outubro de 2016, após uma briga generalizada no Maracanã. A decisão do juiz Marcelo Rubiolli, titular do juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos foi publicada nesta terça-feira (17) e converte em medidas cautelares a prisão preventiva dos réus.

A informação foi confirmada pela assessoria do Tribunal de Justiça (TJ-RJ).

Os torcedores foram presos após agressões a torcedores do Flamengo e policiais militares, antes de jogo do Campeonato Brasileiro, em 23 de outubro. As imagens mostraram vários dele espancando um PM que tentava evitar confronto com a torcida adversária. Outros policiais também foram agredidos (veja imagens no vídeo abaixo).

Trinta e um torcedores são réus no processo. Quatro deles já haviam conseguido o direito de responder em liberdade e outros 27 estavam em Bangu, até essa nova decisão.

Por volta das 16h, a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio informou que os torcedores corinthianos ainda não tinham saído do sistema carcerário estadual.

Medidas cautelares
Segundo a decisão, os torcedores ficam proibidos de comparecer a jogos do Corinthians no país. Eles terão de comparecer a delegacias uma hora antes de jogos do time, só podendo sair 30 minutos depois do encerramento.

Tensão em Bangu
A decisão ocorre cerca de uma semana depois após a divulgação de uma carta, escrita pelos torcedores presos, em que pedem transferência por conta da guerra entre facções no presídio.

Nesta terça, foi iniciada uma greve de agentes penitenciários do Rio, aumentando a tensão em Bangu.

FONTE Por G1 Rio


© 2003 -2017  Direitos reservados  Jipafest.com                                                                           

E-mail

Contato

 (69)-9-9293-2598 

 

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo